Livro da Bolsa

I – Gráficos - Gráficos de Velas Japonesas - Vantagens dos Gráficos de Velas Japonesas
Índice   •   Anterior   •   83 - 84 - 85 - 86 - 87 - 88 - 89   •   Seguinte
armas que poderemos ter contra os imprevistos do
mercado e um aliado dos nossos lucros.
Passar
de um gráfico de Velas Japonesas para um
Gráfico de Barras no mundo da Análise Técnica é para
muitos como passar a conduzir à noite em vez de dia, é
possível ver quase tudo o que se via de dia de qualquer
das formas, mas com muito mais esforço e dificuldade,
levando mais tempo a percepção e mesmo tomada de
decisões, obrigando-nos a ir mais devagar, e com
eventuais contratempos como virem carros no sentido
contrário com os máximos ligados ofuscando-nos a
vista, e no que diz respeito aos gráficos, esse tipo de
ofuscação talvez pudesse ser comparado com a mais
confusa disposição dos preços através de barras
OHLC
em vez de Velas Japonesas, tornando mais difícil a sua
visualização, seria também como conduzir sob efeito do
álcool.
Passar de Gráficos de Barras para Velas Japonesas e
depois para Gráficos de Barras de novo é como alguém
trabalhar num portátil muito antigo e lento, que lhe
permite fazer as coisas básicas do dia a dia e ao qual se
acomodou e aceita, e de repente ter um muito melhor
que lhe permite muito mais coisas de forma mais rápida
e com melhores resultados e depois voltar ao portátil
anterior...
Esse portátil anterior que antes nos era perfeitamente
aceitável, passaria a ser agora algo horrível e
desesperante de se utilizar, pois estaríamos já
habituados a algo muito melhor, e teríamos de usar
algo que antes era aceitável mas que agora é
indesejável.
Regra geral então, quem experimenta este tipo de
representação gráfica não volta mais a usar outras
formas mais simples depois.
Com isto tudo quer-se dizer que o método de
representação gráfica através de Velas Japonesas, é
www.LivroDaBolsa.com
Pág.
88
NOTA:
A diferença entre as Velas
Japonesas e os gráficos
de velas
OHLC
é tanta
que podemos dizer que
passar do primeiro para o
segundo método seria
como passar a conduzir
sob efeito de álcool ou
passar a conduzir de
noite, podendo fazer
quase as mesmas coisas
mas com mais dificuldade
e mais probabilidades de
falharmos em algo.
Nota: Estas páginas poderão conter alguns erros de escrita devido à conversão automatizada para HTML, bem
como perda de qualidade das imagens, mas poderá ver a versão correcta e mais legível na versão PDF do livro.
Estas páginas em versão HTML não foram também preparadas para serem abertas no navegador IE.

Livro da Bolsa