Livro da Bolsa

IV – Linhas de Tendência - Avaliação da Importância das Linhas de Tendência - 3. Ângulo de Subida ou Descida e Momentum
Índice   •   Anterior   •   377 - 378 - 379 - 380 - 381 - 382 - 383   •   Seguinte
Por outro lado devemos ter em conta que a importância
da quebra de uma linha de tendência mais íngreme será
menor do que a quebra de uma linha de tendência que
não seja tão íngreme.
Porquê.
Porque uma linha de tendência que não tem muita
inclinação, é muito mais fácil de manter-se válida do
que uma linha íngreme, já que o preço terá de subir
muito menos, e com menos força, para manter a linha
válida.
Se
a linha for muito íngreme, os preços terão de subir
com muito mais força e com muito mais
momentum
para conseguir acompanhar a linha, e uma vez
quebrando-a, nem sempre significa que a tendência
acabou, mas sim que os preços possam pura e
simplesmente não ter conseguido acompanhar a linha
com essa força, mas sem perder a tendência que se
pode manter.
Vejamos de novo uma das últimas imagens mostradas
acima:
Nesta imagem acima, podemos ver que, por vezes, as
linhas de tendência mais íngremes são rompidas, não
por a tendência de subida que elas representam no
gráfico ter acabado, mas sim por a subida de preços já
não manter tanta força como inicialmente, e nesses
www.LivroDaBolsa.com
Pág.
381
NOTA:
Os preços romperem uma
L.T.
que tenha grande
momentum
não implica
que a tendência seja
revertida mas antes
possivelmente que a
tendência possa perder
momentum
mas
continuar na mesma
direcção, passando os
preços a subir ou descer
mais lentamente.
Nota: Estas páginas poderão conter alguns erros de escrita devido à conversão automatizada para HTML, bem
como perda de qualidade das imagens, mas poderá ver a versão correcta e mais legível na versão PDF do livro.
Estas páginas em versão HTML não foram também preparadas para serem abertas no navegador IE.

Livro da Bolsa