Livro da Bolsa

V – Padrões das Velas Japonesas - Janela ou Gap (Window, Ku) - Conclusão Sobre os Gaps
Índice   •   Anterior   •   490 - 491 - 492 - 493   •   Seguinte
Este gráfico é em parte “fabricado", pois foram unidas
algumas partes de gráficos e alteradas algumas zonas,
para que existissem todos os tipos de
Gaps
lá descritos,
pois seria muito difícil mesmo encontrar um período de
tempo que em gráfico tivesse todos os
Gaps
que aqui
foram dispostos desta forma, e de tão difícil de
encontrar que seria, teve mesmo de ser modificado à
mão, pois o gráfico original não era igual.
Desta forma num só gráfico é possível ver os estágios
de evolução de um movimento de preços em termos de
Gaps
e os seus géneros e onde aparecem.
Como podemos ver, verifica-se em primeiro lugar um
Gap
de Continuação (ou
Runaway
Gap) no meio de uma
tendência de descida de preços, seguido de um
Gap
de
Exaustão (
Exhaustion Gap
), que dá origem a uma zona
de congestão de preços, aquele período de tempo em
que as cotações mal se mexem, em que as cotações
consolidam por entre uma luta entre os
bulls
e os
bears
,
podendo ser chamada por isso também como uma zona
de consolidação de preços, após a qual, assim que a
cotação saia desse
trading range
, ou seja, dessa
amplitude de preços em que se negoceia esse activo, o
preço tenderá a seguir o seu actual movimento com
mais força, ou então reverter a tendência dando origem
a um novo e oposto movimento de preços, uma nova
tendência.
Após essa zona de congestão de preços, que se
encontra abaixo do último
Gap
de Exaustão, acontece
finalmente um movimento que faz a cotação sair dessa
zona de congestão, que neste caso é um
Gap
que será
por isso designado de
Gap
de Penetração (ou
Breakaway Gap
), dando origem a uma nova tendência,
neste caso de subida de preços (tendência
bullish
).
Após esse
Gap
, vemos perto do meio desse movimento
de preços, que por norma é a altura ideal para ele
acontecer, um
Gap
de Continuação (
Runaway Gap
), e
um pouco mais acima, um
Gap
de Exaustão novamente
www.LivroDaBolsa.com
Pág.
492
Nota: Estas páginas poderão conter alguns erros de escrita devido à conversão automatizada para HTML, bem
como perda de qualidade das imagens, mas poderá ver a versão correcta e mais legível na versão PDF do livro.
Estas páginas em versão HTML não foram também preparadas para serem abertas no navegador IE.

Livro da Bolsa