Livro da Bolsa

III – Suportes e Resistências - Suportes, Resistências e a Tendência
Índice   •   Anterior   •   261 - 262 - 263 - 264 - 265 - 266   •   Seguinte
Se uma destas duas condições não se verificasse, ou
seja, se começassem a existir resistências mais abaixo
do que a última resistência, ou suportes mais abaixo do
que o suporte anterior, ou seja tendo o suporte anterior
sido quebrado e estaríamos agora com suportes mais
abaixo, seria sinal de que os preços estariam a subir
cada vez menos, e a cair cada vez mais.
Vejamos um exemplo do que acontece quando os
suportes começam a ser quebrados cada vez mais
abaixo e as resistências, que impedem os preços de
subir, começam a baixar também, sustentando uma
descida e dando início a uma nova tendência de descida
dos preços:
Como vemos pelo exemplo acima, quando os preços
começam a atingir suportes cada vez mais baixos que
os seus anteriores, e a ter resistências cada vez mais
baixas que as suas anteriores, é sinal de que vão
andando em
zig zags
os preços para baixo, com topos
das ondas cada vez mais abaixo e fundos das ondas
cada vez mais abaixo também, o que nos demonstra
que a tendência se tornou claramente de queda.
No caso de uma situação inversa, de estarmos a meio
de uma tendência de descida, deveríamos ter suportes
a serem quebrados cada vez mais baixos que os
www.LivroDaBolsa.com
Pág.
263
NOTA:
Quando após uma
tendência de subida,
começamos a ver que as
futuras resistências
começam a ser mais
baixas, e os futuros
suportes mais baixos
também, ou seja, quando
os futuros topos e fundos
começam a ser mais
baixos, percebemos que a
tendência de subida
acabou e estaremos
diante de uma nova
tendência de queda. O
mesmo se passa com o
inverso, durante uma
tendência de queda, se
começarmos a ver topos
e fundos, com
resistências e suportes
cada vez mais elevados,
estaremos perante o
começo de uma nova
tendência de subida.
Nota: Estas páginas poderão conter alguns erros de escrita devido à conversão automatizada para HTML, bem
como perda de qualidade das imagens, mas poderá ver a versão correcta e mais legível na versão PDF do livro.
Estas páginas em versão HTML não foram também preparadas para serem abertas no navegador IE.

Livro da Bolsa