Livro da Bolsa

I – Gráficos - Gráficos Three Line Break
Índice   •   Anterior   •   166 - 167 - 168 - 169 - 170 - 171 - 172 - 173 - 174   •   Seguinte
critério, mas que de qualquer das formas é o que os
traders
que investem a mais curto prazo querem: dar o
maior número de ordens em menos tempo para tentar
fazer mais lucro aproveitando o mais possível todas as
oportunidades que as oscilações de preços lhes dão.
Os
traders
que pretendem investir a mais longo prazo,
por outro lado, se tivessem como critério de inversão
quatro ou cinco linhas, veriam menos inversões e
menos sinais de compra e venda serem dados no
mesmo período de tempo, algo que lhes convém pois
gostam de dar menos ordens, e que cada ordem dada
leve mais tempo a ser fechada, de preferência por
terem lucros mais elevados, chegando alguns a
utilizarem como critério dez linhas, para investimentos
bem a longo prazo.
De qualquer das formas o parâmetro mais popular não
só entre os
traders
de todo o mundo, como também no
Japão, o seu país de origem, é o das três linhas, que
deu origem ao nome.
Este
tipo de gráficos é usado por muitos em conjunção
com os gráficos de Velas Japonesas, complementando-
se por vezes nas formas de analisar gráficos de muitos
traders
, que usam muitas vezes os gráficos sob a forma
de
Three Line Break
para determinar as tendências
prevalecentes, enquanto usam os gráficos de Velas
Japonesas para as suas
trades
individuais no dia a dia,
de acordo com as tendências determinadas pelo
Three
Line Break
.
Apesar de não ser um dos mais famosos métodos de
representação gráfica, merece com toda a certeza a sua
referência e que seja conhecido por todos os
traders
,
quanto mais não seja para os poderem identificar no
futuro caso se deparem com um gráfico deste género
ou caso procurem formas de estudar as tendências para
não irem contra elas.
www.LivroDaBolsa.com
Pág.
174
NOTA:
Muitos
traders
usam
estes gráficos em
simultâneo com os das
Velas Japonesas, os das
velas para o seu
trading
diário e os de
Three Line
Break
para determinarem
as
tendências
prevalecentes.
Nota: Estas páginas poderão conter alguns erros de escrita devido à conversão automatizada para HTML, bem
como perda de qualidade das imagens, mas poderá ver a versão correcta e mais legível na versão PDF do livro.
Estas páginas em versão HTML não foram também preparadas para serem abertas no navegador IE.

Livro da Bolsa