Livro da Bolsa

IV – Linhas de Tendência - Algumas Considerações Sobre as Linhas de Tendência
Índice   •   Anterior   •   431 - 432 - 433 - 434 - 435   •   Seguinte
Uma questão de julgamento
– Realmente, a
construção de linhas de tendência e a escolha das
que melhor nos farão identificar futuros
movimentos de preços, tal como no caso da
identificação de padrões, é no fundo também uma
questão de julgamento.
Em certos casos não tanto pois as tendências e
possíveis linhas em certos gráficos são fáceis de
identificar ou não são contraditórias, mas por
vezes, há casos em que poderemos ter linhas de
tendência contraditórias no mesmo gráfico, e o
analista terá de fazer uso da sua experiência para
decidir quais as melhores.
E isto também pelo processo de tentativa e erro
para achar linhas de tendência, o que tenderá a
criar várias linhas de tendência possíveis e
diferentes de pessoa para pessoa por vezes.
Podemos num gráfico ter duas linhas de tendência
em que uma apesar de ser maior, não
representaria a tendência tão bem quanto uma
mais pequena e difícil de ver e que possa
representar melhor a situação actual e a futura
evolução de preços.
Da mesma forma podemos desenhar linhas de
tendência que não teriam qualquer utilidade em
termos de detecção de inversões de tendência ou
novas tendências, e outras menos visíveis que já
nos poderiam dar sinais bastante úteis para
previsão de novos movimentos de preços.
Da mesma forma entre várias linhas de tendência
existirão umas que representam melhor a tendência
actual em si do que outras.
Assim, o rompimento ou quebra de uma linha de
tendência poderá ser mais significativa do que
outras encontradas no mesmo gráfico, e assim é
www.LivroDaBolsa.com
Pág.
433
Nota: Estas páginas poderão conter alguns erros de escrita devido à conversão automatizada para HTML, bem
como perda de qualidade das imagens, mas poderá ver a versão correcta e mais legível na versão PDF do livro.
Estas páginas em versão HTML não foram também preparadas para serem abertas no navegador IE.

Livro da Bolsa