Livro da Bolsa

V – Padrões das Velas Japonesas - Janela ou Gap (Window, Ku) - Gaps Comuns (Common Gaps)
Índice   •   Anterior   •   481 - 482 - 483 - 484   •   Seguinte
entre outros, apenas aqueles que contém sombras
neles, não podendo procurar esse tipo de padrões em
gráficos de linhas por exemplo.
quatro tipos de
gaps
:
Gap
Comum (
Common Gap
);
Gap
de Penetração (
Breakaway Gap
);
Gap
de Continuação (
Runaway Gap
);
Gap
de Exaustão (
Exhaustion Gap
);
Gaps
Comuns (
Common Gaps
)
Vamos ver agora alguns
Gaps
Comuns, que ocorrem
muitas vezes, e são normalmente preenchidos pouco
tempo depois.
Estes
Gaps
são comuns de acontecer, e podem ser
causados por causas tão comuns como por exemplo um
dia de pouco Volume.
Por serem comuns, eles são normalmente preenchidos
muito depressa, como por exemplo poucos dias ou
semanas, quando vistos em gráficos diários,
significando que os preços regra geral se retraem até ao
nível do último dia antes do
Gap
acontecer, para o
preencher.
Há uma regra similar àquela que vimos anteriormente
sobre os
Gaps
de Abertura, aplicada aos
Gaps
Comuns:
normalmente há sempre a tendência para os
Gaps
serem preenchidos, pelo que vemos muitas vezes a
tendência inverter temporariamente apenas o suficiente
para poder preencher o
Gap
, causando os chamados
pullbacks
nos preços (que são pequenas retracções
desses preços), antes de prosseguir com a tendência
actual de movimento de preços.
www.LivroDaBolsa.com
Pág.
481
NOTA:
Existem quatro tipos de
Gaps
: os
Gaps
Comuns
(
Common Gaps
), os
Gaps
de
Penetração
(
Breakaway Gaps
), os
Gaps
de Continuação
(
Runaway Gaps
), e os
Gaps
de Exaustão
(
Exhaustion Gaps
).
NOTA:
Os
Gaps
comuns, como o
nome indica, são
normalmente os mais
comuns e acabam por ser
normalmente preenchidos
pouco tempo mais tarde,
porque os preços têm a
tendência nos tempos
seguintes de retrair até
fechar esses
Gaps
antes
de continuarem os seus
movimento. Há assim, tal
como nos
Gaps
de
Abertura, tendência para
serem fechados pouco
tempo depois.
Nota: Estas páginas poderão conter alguns erros de escrita devido à conversão automatizada para HTML, bem
como perda de qualidade das imagens, mas poderá ver a versão correcta e mais legível na versão PDF do livro.
Estas páginas em versão HTML não foram também preparadas para serem abertas no navegador IE.

Livro da Bolsa