Livro da Bolsa

III – Suportes e Resistências - Introdução às Bull Traps e Bear Traps
Índice   •   Anterior   •   279 - 280 - 281 - 282 - 283   •   Seguinte
Aqui, inversamente ao exemplo de cima, podemos ver
uma linha de resistência que impediu a subida de
preços após vários testes à mesma, mas havendo uma
altura em que é rompida por eles.
De seguida os preços voltam à anterior resistência,
actuando agora como suporte, que não é quebrado
pelos preços, que acabam por subir posteriormente
mais um pouco, com um aumento e reforço de posições
longas por parte dos
bulls
, caindo estes assim na
armadilha.
Chegamos assim a uma altura em que as expectativas
dos
traders
mudam, e entram num consenso de que os
preços não são sustentáveis a estes níveis de momento,
e que estão afinal demasiado elevados, o que leva os
preços a caírem e quebrarem o suporte, que depois
actua novamente como resistência, voltando os preços
a um nível em que há um equilíbrio maior entre a oferta
e a procura, ou seja, um consenso maior entre os
bulls
e
bears
do mercado.
Esta situação foi no fundo uma
bull trap
, onde vários
bulls
do mercado foram cair, ao acontecer o posterior
traders’ remorse
que lhes infligiu prejuízos nas suas
carteiras.
Pode-se dizer que existem basicamente duas situações
em que as armadilhas (
traps
) podem ocorrer:
Há as que acontecem a meio de uma tendência definida
de subida ou queda, em que os
bulls
ou
bears
apostam
na inversão da tendência por verem penetrada uma
resistência ou suporte, respectivamente, e que depois
vêem voltar à tendência anterior.
As outras são as que acontecem quando se está perto
de um topo ou fundo, próximos de uma resistência ou
suporte, respectivamente, e em que acontece uma
penetração, como a verificada anteriormente com o
exemplo dos 1.000 pontos do
Dow Jones
, e que leva os
www.LivroDaBolsa.com
Pág.
283
Nota: Estas páginas poderão conter alguns erros de escrita devido à conversão automatizada para HTML, bem
como perda de qualidade das imagens, mas poderá ver a versão correcta e mais legível na versão PDF do livro.
Estas páginas em versão HTML não foram também preparadas para serem abertas no navegador IE.

Livro da Bolsa