Livro da Bolsa

III – Suportes e Resistências - Traps em Tendências Laterais ou na Continuação das Tendências Actuais
Índice   •   Anterior   •   302 - 303 - 304 - 305 - 306 - 307 - 308 - 309 - 310   •   Seguinte
barreira tenha sido quebrada e que leve essa tendência
a seguir caminho por mais algum tempo.
De
qualquer das formas, entre estas e as
traps
anteriores que aconteciam a meio de uma tendência
contrária, essas que aconteciam a meio de uma
tendência contrária serão possivelmente as mais
perigosas, visto que por norma, se por exemplo
estivermos a lidar com uma
bull trap
os
bulls
que
esperavam que os preços invertessem e subissem mais,
acabam por ficar com acções sobrevalorizadas (ou outro
tipo de activo financeiro) em mãos, quando vêm
retomada a tendência anterior que ao ser de queda os
faz ter prejuízos, especialmente se for retomada com
força.
Vejamos novamente como exemplo real o famoso índice
Dow Jones
Industrial Average
com duas barreiras, um
suporte nos 800 pontos e uma resistência nos 1.000
pontos:
Como podemos verificar no gráfico acima, o nível dos
800 pontos era um bom nível de suporte ao índice, e os
1.000 pontos uma forte resistência psicológica, e não foi
fácil passá-la, e antes de ser rompida existiram várias
tentativas falhadas para passar um nível que parecia
tão difícil de ultrapassar e que em cerca de vinte anos
depois, estando a níveis dez vezes superiores, todos
desejariam retornar aos 1.000.
www.LivroDaBolsa.com
Pág.
308
Nota: Estas páginas poderão conter alguns erros de escrita devido à conversão automatizada para HTML, bem
como perda de qualidade das imagens, mas poderá ver a versão correcta e mais legível na versão PDF do livro.
Estas páginas em versão HTML não foram também preparadas para serem abertas no navegador IE.

Livro da Bolsa