Livro da Bolsa

II – A Tendência - Estudo de Tendências em Gráficos Reais e o Zig Zag
Índice   •   Anterior   •   207 - 208 - 209 - 210 - 211 - 212 - 213 - 214 - 215 - 216 - 217 - 218 - 219   •   Seguinte
sem alterar os inevitáveis objectivos de preço a que as
tendências primárias os levam.
Teríamos assim mais linhas representando mais
tendências, e podemos ver que durariam por norma
menos tempo, pois são tendências que ocorreriam
durante o período de tempo que cada tendência
primária dura, durando assim menos tempo.
Vamos reduzir ainda mais o valor mínimo de oscilação
de preços necessário para existirem novas linhas no
indicador:
Desta vez, temos não temos nem nove tendências
primárias nem vinte e três tendências secundárias, mas
sim linhas que poderiam representar teoricamente
quarenta e cinco tendências menores com vinte e duas
ondas visíveis, aproximando-se estas muito mais do
próprio comportamento do preço e de menor duração
que as tendências secundárias.
Não podemos esquecer, como foi dito na caixa acima,
que na realidade seriam muito mais e que o
Zig Zag
deu apenas uma ideia aproximada porque ignora a
escala temporal e existiriam mais tendências e ainda
mais pequenas dentro das secundárias, na realidade.
Podemos ver assim que certas linhas que poderiam
representar tendências primárias, chegam a conter
www.LivroDaBolsa.com
Pág.
212
Nota: Estas páginas poderão conter alguns erros de escrita devido à conversão automatizada para HTML, bem
como perda de qualidade das imagens, mas poderá ver a versão correcta e mais legível na versão PDF do livro.
Estas páginas em versão HTML não foram também preparadas para serem abertas no navegador IE.

Livro da Bolsa