Livro da Bolsa

I – Gráficos - Gráficos CandleVolume
Índice   •   Anterior   •   140 - 141 - 142 - 143 - 144   •   Seguinte
Em primeiro lugar, vejamos um gráfico de Velas
Japonesas vulgar, onde só poderemos ver os campos de
Abertura, Máximo, Mínimo e Fecho em cada vela:
Agora iremos aplicar ao mesmo período de tempo
representado pelo gráfico acima, o princípio que vimos
antes, o de regular a largura de cada vela de acordo
com o Volume da mesma relativamente às outras, e
iremos obter o seguinte gráfico:
Olhando para o gráfico acima de
CandleVolume
,
podemos distinguir facilmente quais as velas que têm
mais Volume que as demais, e as que têm um Volume
menor também, pois notamos que há velas tão finas
que praticamente mal se vêem no gráfico e outras que
sobressaem bastante mesmo em relação à maioria das
outras, que serão as que têm maior Volume.
www.LivroDaBolsa.com
Pág.
143
NOTA:
Neste tipo de
representação gráfica o
Volume tem um grande
peso e as velas com mais
Volume sobressaem
bastante mas em
contrapartida as de
menor Volume podem
ficar pouco visíveis, razão
pela qual nesta obra é
recomendado o uso das
Velas Japonesas com o
indicador Volume à parte
em vez das velas
CandleVolume
.
Nota: Estas páginas poderão conter alguns erros de escrita devido à conversão automatizada para HTML, bem
como perda de qualidade das imagens, mas poderá ver a versão correcta e mais legível na versão PDF do livro.
Estas páginas em versão HTML não foram também preparadas para serem abertas no navegador IE.

Livro da Bolsa