Livro da Bolsa

I – Gráficos - Gráficos CandleVolume
Índice   •   Anterior   •   140 - 141 - 142 - 143 - 144   •   Seguinte
Por um lado, este tipo de gráfico, poderá ser
considerado o mais completo em termos de análise
individual a cada vela, pois consegue ter cinco campos
de preço descritos em cada uma das velas, e ao mesmo
tempo possui as mesmas características em termos de
padrões das Velas Japonesas, mas por outro lado,
poderá tornar-se meio confusa a sua leitura, devido a
haver velas que mal se vêem, especialmente quando o
gráfico mostra uma grande quantidade de velas ao
mesmo tempo, chegando mesmo algumas a tornarem-
se praticamente invisíveis.
Nem todos os programas de Análise Técnica possuem
este tipo de representação gráfica, além de que em
princípio será sempre melhor usarmos os gráficos de
Velas Japonesas normais em vez deste género de
gráficos, por ser mais fácil a sua leitura, bastando para
quem quer consultar a variação do Volume de cada
vela, acrescentar o Volume num gráfico de barras
separado acoplado ao gráfico principal, tornando assim
fácil tanto a leitura do gráfico e de cada vela, como do
Volume em si, por ser mais fácil interpretar variações
de Volume quando esse mesmo Volume está
representado em gráficos de barras à parte, onde
sobressai facilmente a oscilação do mesmo, do que nos
gráficos de
CandleVolume
, onde poderá ser difícil
distinguir a diferença de Volume entre as velas
comparando a largura de cada vela, especialmente em
velas com corpos pequenos, onde a largura das
mesmas será mais dificilmente medida.
Ao mesmo tempo, é considerado por muitos
traders
como sendo um tipo de representação gráfica menos
bonito que o das Velas Japonesas original.
Contudo, ficou aqui descrito este tipo de gráfico para
que seja facilmente reconhecido para quem algum dia
acabe por se deparar com um e ache estranho a largura
diferente de cada uma das velas.
www.LivroDaBolsa.com
Pág.
144
NOTA:
Apesar de desvantagens
como algumas velas
ficarem quase invisíveis e
outras ocuparem
demasiado espaço e até
dificultarem a vida a
quem tenta criar linhas
de tendência e fazer
outro tipo de análises,
pode-se dizer que em
termos de representação
individual de cada vela,
este é o método mais
completo pois cada vela
tem identificada nela os
cinco campos de preço
incluindo o Volume,
apesar do seu uso ser
desaconselhado.
NOTA:
Outra desvantagem
importante é a de que
com o Volume à parte
num gráfico de barras,
podemos estudar o
Volume, desenhar linhas
de tendência nele, médias
móveis, entre outros
indicadores, além de
compararmos bem o
Volume de cada vela,
enquanto que neste
método é difícil compara
o Volume de várias velas
entre si e a aplicação de
indicadores como os
referidos acima torna-se
impossível.
Nota: Estas páginas poderão conter alguns erros de escrita devido à conversão automatizada para HTML, bem
como perda de qualidade das imagens, mas poderá ver a versão correcta e mais legível na versão PDF do livro.
Estas páginas em versão HTML não foram também preparadas para serem abertas no navegador IE.

Livro da Bolsa