Livro da Bolsa

I – Gráficos - Gráficos de Barras HLC e OHLC
Índice   •   Anterior   •   49 - 50 - 51 - 52 - 53 - 54 - 55 - 56 - 57 - 58 - 59 - 60   •   Seguinte
Vejamos agora uma barra de queda:
No exemplo acima, podemos ver uma barra de queda,
em que o mais provável movimento de preços que ela
representa, seria o demonstrado na curva de evolução
descrito à direita, ou seja, o movimento em que os
preços terão ido após o valor de Abertura dessa barra
até ao valor Máximo atingido pelos mesmos nesse
período, indo de seguida no sentido contrário até
atingirem o seu valor Mínimo, subindo depois para um
valor por volta da altura em que o período de tempo
representado pela barra acabaria, ficando assim achado
o preço de Fecho dessa barra, ou seja o valor a que o
activo financeiro foi transaccionado pela última vez
durante esse período que a barra representa.
Nos
dois exemplos acima, podemos verificar também
como a linha vertical representa tão bem o intervalo de
variação de preços durante o período de tempo
representado pela barra, que será um dia, devido a ser
uma barra diária, e que esse período é designado
muitas vezes também por
Range
Diário.
Pudemos ver também associados a esses quatro
valores, como iremos ver também em alguns exemplos
mais adiante, na própria barra, as letras
OHLC
, unidas
www.LivroDaBolsa.com
Pág.
56
NOTA:
O intervalo de preços
representado pela barra
vertical, ou seja, entre o
valor Mínimo e Máximo
da barra, é normalmente
chamado de
Range
, pelo
que numa barra
Nota: Estas páginas poderão conter alguns erros de escrita devido à conversão automatizada para HTML, bem
como perda de qualidade das imagens, mas poderá ver a versão correcta e mais legível na versão PDF do livro.
Estas páginas em versão HTML não foram também preparadas para serem abertas no navegador IE.

Livro da Bolsa