Livro da Bolsa

IV – Linhas de Tendência - O Princípio de Leque (Fan Principle)
Índice   •   Anterior   •   436 - 437 - 438 - 439   •   Seguinte
O PRINCÍPIO DE LEQUE (
FAN PRINCIPLE
)
O nome deste princípio vem da sua aparência, que faz
lembrar um leque, e é um princípio bastante simples.
Em certas situações, os preços, após romperem a linha
de tendência que faça de suporte ao movimento de
preços, ao voltarem a subir e tocar na mesma, voltam a
cair, e nessas alturas, desenha-se uma nova linha de
tendência mais abaixo que será o futuro suporte, e a
anterior linha de resistência, antes suporte, passará a
resistência.
Se a segunda linha de tendência, que passou a ser a
nova linha de suporte, for quebrada, uma nova linha de
tendência mais abaixo será desenhada, que passará a
ser a nova linha de suporte, e a actual linha de suporte
passará a ser resistência.
Se essa terceira resistência for também quebrada,
então poderemos muito provavelmente estar perante
uma inversão de tendência.
Isto fará com que desenhemos no gráfico uma espécie
de leque com as linhas de tendência, e isso poderá
parecer complicar um pouco a nossa visão do gráfico,
tornando-o muito cheio, mas na realidade poderá
proporcionar-nos uma facilidade muito maior de
entender o que antes nos pareceriam padrões
estranhos, dando-nos assim mais clareza aos gráficos, e
www.LivroDaBolsa.com
Pág.
437
NOTA:
O Princípio de Leque já foi
de certa forma falado
acima, quando vimos que
em certas situações os
preços após romperem a
linha de tendência que
faça por exemplo de
suporte ao movimento de
preços, ao ir abaixo dela,
passará a ser desenhada
outra linha de suporte
mais abaixo e o anterior
suporte passará a ser
uma resistência,
desenhando assim uma
espécie de leque no
gráfico como vimos em
exemplos já estudados
acima.
Nota: Estas páginas poderão conter alguns erros de escrita devido à conversão automatizada para HTML, bem
como perda de qualidade das imagens, mas poderá ver a versão correcta e mais legível na versão PDF do livro.
Estas páginas em versão HTML não foram também preparadas para serem abertas no navegador IE.

Livro da Bolsa