Livro da Bolsa

III – Suportes e Resistências - O Arrependimento dos Traders (Traders' Remorse)
Índice   •   Anterior   •   267 - 268 - 269 - 270 - 271 - 272 - 273   •   Seguinte
O inverso se passa com o segundo exemplo, após se
quebrar finalmente um suporte, os
traders
chegam a
um consenso de que afinal os preços não têm força para
continuar a cair, fazendo com que os
bears
saiam do
mercado ou se tornem
bulls
apostando na subida dos
preços, e dando assim mais força aos
bulls
que acham
que a penetração não teria força para continuar,
provocando assim um
Traders’ Remorse
que acabou por
levar os preços novamente para níveis bem acima dessa
resistência, tornando assim essa penetração como
sendo falhada.
Vejamos um exemplo real, onde iremos aproveitar mais
uma vez o exemplo do índice
Dow Jones Industrial
Average
, desta vez em gráfico diário, onde poderemos
ver o que aconteceu entre os anos de 1972 e 1973,
quando houve uma tentativa de rompimento da famosa
resistência dos 1.000 pontos do índice, que levou anos
a ser quebrada:
Como vemos acima, houve um rompimento desta linha
de resistência nos 1.000 pontos, havendo depois uma
ligeira retracção de preços até ao suporte, que foi
outrora uma resistência, mas tendo actuado esse
suporte devidamente, fazendo os preços ressaltarem
novamente para perto dos 1.065 pontos.
Aí acaba por haver um grande arrependimento por
parte dos
traders
que apostavam no rompimento desse
www.LivroDaBolsa.com
Pág.
270
Nota: Estas páginas poderão conter alguns erros de escrita devido à conversão automatizada para HTML, bem
como perda de qualidade das imagens, mas poderá ver a versão correcta e mais legível na versão PDF do livro.
Estas páginas em versão HTML não foram também preparadas para serem abertas no navegador IE.

Livro da Bolsa