Livro da Bolsa

III – Suportes e Resistências - O Arrependimento dos Traders (Traders' Remorse)
Índice   •   Anterior   •   267 - 268 - 269 - 270 - 271 - 272 - 273   •   Seguinte
importante nível de resistência, arrependimento esse
que os faz fecharem as suas posições longas, e ficarem
de fora do mercado ou mesmo inverterem posições,
passando a apostar na queda, criando uma descida de
preços que foi ajudada também pelos
bears
do
mercado, e que levou os preços abaixo novamente do
suporte dos 1.000 pontos.
Uma vez tornada resistência novamente, o nível dos
1.000 pontos foi ultrapassado depois novamente logo
após a sua passagem de suporte para resistência, mas
sem sucesso caindo novamente para abaixo dos 1.000
pontos.
Temos outra grande tentativa de subida perto de
Setembro de 1973, mas como vemos aí por essa altura,
a resistência dos 1.000 pontos foi bastante eficaz mal
chegando os preços perto da mesma, caindo logo com
muita força para níveis na casa dos 700 pontos.
Basicamente, durante o período possível de
Remorse
,
ou por outras palavras durante o período possível de
haver arrependimento, a acção dos preços é deveras
importante, onde poderão acontecer duas coisas: ou há
um consenso entre
bulls
e
bears
de que as expectativas
em relação aos novos preços atingidos não são viáveis,
havendo aí um regresso dos preços até ao nível anterior
antes desse suporte ou resistência ter sido penetrado
pelos preços, ou os
traders
aceitam esses novos níveis
de preços atingidos após a penetração desse suporte ou
resistência, e aceitam esses preços como viáveis e
passíveis de irem mais longe, e nesse caso os preços
irão continuar a mover-se na direcção dessa
penetração.
No caso da primeira hipótese, em que os novos níveis
de preços não sejam aceites consensualmente pelos
traders
, estaremos perante uma
bull trap
ou uma
bear
trap
, como iremos estudar posteriormente.
www.LivroDaBolsa.com
Pág.
271
Nota: Estas páginas poderão conter alguns erros de escrita devido à conversão automatizada para HTML, bem
como perda de qualidade das imagens, mas poderá ver a versão correcta e mais legível na versão PDF do livro.
Estas páginas em versão HTML não foram também preparadas para serem abertas no navegador IE.

Livro da Bolsa