Livro da Bolsa

IV – Linhas de Tendência - Canais de Tendência (Trend Channels)
Índice   •   Anterior   •   384 - 385 - 386 - 387 - 388 - 389 - 390 - 391 - 392 - 393   •   Seguinte
a este canal de tendência, teriam feito bastantes lucros
de forma relativamente fácil.
Com isto é de reparar também, que ao contrário das
linhas de tendência normais em que precisamos de ter
dois pontos de teste e outro de confirmação, para
podermos assumir uma linha de tendência como válida,
nas linhas de retorno dos canais, visto que a linha já
tem uma inclinação predeterminada por ser uma linha
paralela à linha de tendência principal, muitas vezes
basta-nos colocar essa linha no topo da primeira grande
onda do canal para termos como segundo ponto de
toque dos preços nessa linha já um ponto de previsão
dos preços, podendo assim essa linha ser-nos útil logo
após o primeiro ponto em que os preços lhe tocam e
onde a colocamos, e se não for, acabará por ser
ajustada mais tarde para outras ondas que venham
posteriormente.
Não é de esquecer, que poderíamos ter usado outros
pontos para desenhar a nossa linha de retorno, ou
mesmo termos desenhado várias linhas de retorno ao
mesmo tempo, simulando assim vários canais de alturas
diferentes mas com a mesma linha de tendência
principal em comum, algo que iremos estudar mais
abaixo e que é prática comum no dia a dia dos
traders
com mais experiência, e que nos deixaria com uma
espécie de canal constituído por várias linhas de
tendência paralelas dentro de si, ou por outras palavras,
vários canais de tendência uns dentro de outros.
www.LivroDaBolsa.com
Pág.
393
Nota: Estas páginas poderão conter alguns erros de escrita devido à conversão automatizada para HTML, bem
como perda de qualidade das imagens, mas poderá ver a versão correcta e mais legível na versão PDF do livro.
Estas páginas em versão HTML não foram também preparadas para serem abertas no navegador IE.

Livro da Bolsa