Livro da Bolsa

IV – Linhas de Tendência - O Que São as Linhas de Tendência?
Índice   •   Anterior   •   331 - 332 - 333 - 334 - 335 - 336 - 337 - 338 - 339   •   Seguinte
Esta linha de tendência, é designada por “Linha de
Tendência Superior", por se encontrar a unir os topos
das ondas, em especial quando em conjunção com uma
outra linha de tendência que una os fundos das
mesmas, servindo essa linha de tendência no exemplo
acima, de linha de resistência às subidas dos preços,
sustentando assim a tendência de descida dos preços.
Novamente recordamos que estas linhas são
normalmente abreviadas por “L.T. Superior", onde
novamente, “L.T." se refere à “Linha de Tendência".
As linhas de tendência acabam por ser prova do que
falámos anteriormente na matéria das tendências, de
que de acordo com a direcção tomada pelos topos e
bases das ondas, assim poderíamos definir a tendência
como sendo de subida, descida ou lateral, neste caso
sendo essa ideia reforçada com as linhas de tendência,
que ao representarem bem a direcção tomada por esses
topos e bases das ondas, representam também muito
bem a tendência dos preços num dado momento.
Estas resistências e suportes que possam existir, são
também rompidas e quebrados, respectivamente, tal
como as resistências e suportes que estudámos
anteriormente com as linhas horizontais.
www.LivroDaBolsa.com
Pág.
334
NOTA:
Uma Linha de Tendência
que una os topos das
ondas de um movimento
de preços, chama-se de
“Linha de Tendência
Superior", ou em siglas
L.T.S.
ou
LTS
, já que
“Linha de Tendência" se
resumiria a
L.T.
ou
LT
.
NOTA:
Podemos concluir assim
que as Linhas de
Tendência representam
assim a tendência
inerente a cada
movimento de preços em
que são desenhadas.
Nota: Estas páginas poderão conter alguns erros de escrita devido à conversão automatizada para HTML, bem
como perda de qualidade das imagens, mas poderá ver a versão correcta e mais legível na versão PDF do livro.
Estas páginas em versão HTML não foram também preparadas para serem abertas no navegador IE.

Livro da Bolsa