Livro da Bolsa

IV – Linhas de Tendência - Objectivos de Preço (Price Targets e Target Prices)
Índice   •   Anterior   •   417 - 418 - 419 - 420 - 421 - 422   •   Seguinte
Quanto aos
price targets
a muito curto prazo, esse
tipo
de análises já são feitas com base na Análise Técnica,
pois não é com base nos ganhos futuros das empresas
que essas empresas irão ver as suas acções subirem
nas poucas horas ou dias futuros, mas sim pela análise
dos gráficos que indicarão a tendência desses preços
nesses próximos tempos.
Esse tipo de
price targets
a muito curto prazo, como os
que nos dirão que níveis os preços poderão atingir nas
próximas horas, dias ou mesmo minutos, especialmente
úteis a
daytraders
, é que serão os que iremos referir de
seguida nesta matéria, e já não são definidos por
jornais e analistas de outras empresas, pois a prazos
tão curtos, serão calculados por nós mesmos através de
certas técnicas ao analisarmos gráficos.
Da mesma forma também podemos ser nós mesmos a
definir os nossos próprios
price targets
para médio e
longo prazo com base na Análise Técnica de gráficos.
E agora voltando novamente ao tema relacionado com
as linhas de tendência, vamos verificar que uma
penetração de uma linha de tendência por parte dos
preços acaba por ser também uma boa ferramenta que
nos ajuda na determinação de novos objectivos de
preços.
Como regra, temos por exemplo que numa linha de
tendência, quando é penetrada com sucesso pelos
preços, espera-se por norma que eles se movam para
além dessa linha numa distância vertical igual à
distância vertical que haviam percorrido do outro lado
dessa linha antes da sua penetração.
www.LivroDaBolsa.com
Pág.
420
NOTA:
Também é muito utilizado
o termo “objectivo de
preço", pois no fundo
trata-se de um objectivo
que esperamos que o
preço vá alcançar numa
certa data.
Nota: Estas páginas poderão conter alguns erros de escrita devido à conversão automatizada para HTML, bem
como perda de qualidade das imagens, mas poderá ver a versão correcta e mais legível na versão PDF do livro.
Estas páginas em versão HTML não foram também preparadas para serem abertas no navegador IE.

Livro da Bolsa