Livro da Bolsa

V – Padrões das Velas Japonesas - Conclusão Sobre as Velas Japonesas
Índice   •   Anterior   •   556 - 557 - 558 - 559 - 560 - 561 - 562 - 563   •   Seguinte
Assim, podemos dizer que um padrão só é válido se
tiver um
gap
numa certa vela, menos no
Forex,
por
sabermos que se no
Forex
não existirão facilmente
gaps,
não podemos exigir que existam
gaps
para a
formação dos padrões, e assim os padrões serão
validados mesmo sem terem
gaps.
É por isso que em vários exemplos acima os
gaps
apresentados em
Forex
eram muito pequenos ou
praticamente milimétricos, quase não existindo, por ser
difícil surgir um nos gráficos de
Forex
fora dos fins de
semana, em velas iguais ou superiores a uma hora.
E dizemos em velas iguais ou superiores a uma hora
porquê.
Porque em periodicidades inferiores, como talvez a de
cinco minutos, e especialmente se forem velas de um
minuto, já será possível ver alguns muito pequenos
gaps,
e daí terem sido escolhidos vários gráficos em
velas de cinco minutos para os exemplos dos padrões
que necessitavam demonstrar um padrão com algum
gap,
porque em velas de cinco minutos já é normal
encontrarmos alguns.
Quanto maior a periodicidade, mais difícil é termos
gaps
em mercados de
Forex
, mas curiosamente, também só
encontraremos
gaps
mais facilmente em velas diárias
ou de periodicidade superior causados por efeito dos
fins de semana
.
Da mesma forma podemos dizer que, em velas diárias,
as acções podem ter
gaps
facilmente porque fecham
entre o fim do dia e o dia útil seguinte por norma, mas
se estivermos a analisar acções com velas de quatro
horas, ou uma hora, ou menos, ou seja, velas inferiores
à periodicidade de um dia, não podemos esperar que
hajam
gaps
facilmente se forem acções de elevada
liquidez, dado que entre cada vela os mercados não
fecham, pelo que poderemos desculpar a falta de
gaps
em alguns padrões que exijam
gap
devido a ser difícil
www.LivroDaBolsa.com
Pág.
559
NOTA:
Em velas de periodicidade
inferior como velas de
cinco minutos ou de um
minuto, já é possível
encontrarmos
gaps
mais
facilmente, devido à
baixa liquidez e poucos
movimentos de preços
existentes por vezes
durante esses pequenos
períodos de tempo, que
permitem assim o
aparecimento dos ditos
gaps
.
Nota: Estas páginas poderão conter alguns erros de escrita devido à conversão automatizada para HTML, bem
como perda de qualidade das imagens, mas poderá ver a versão correcta e mais legível na versão PDF do livro.
Estas páginas em versão HTML não foram também preparadas para serem abertas no navegador IE.

Livro da Bolsa