Livro da Bolsa

III – Suportes e Resistências - Os Suportes e Resistências e os Traders
Índice   •   Anterior   •   240 - 241 - 242 - 243 - 244 - 245 - 246 - 247 - 248 - 249 - 250 - 251 - 252 - 253   •   Seguinte
entrar na acção com objectivos de levar os preços mais
alto, tal como vimos no exemplo anterior do índice do
Dow Jones
, mas sendo que no anterior levou anos a ser
concretizada a subida e no gráfico de baixo apenas dias,
visto ser representado em velas diárias.
Vejamos o gráfico diário da
Pararede
, com a sua
estrondosa subida no início deste milénio na bolsa
portuguesa:
Também se deverá dizer que este foi um exemplo
excepcional, a par com outros ocasionais momentos da
bolsa portuguesa, visto não ser comum acções subirem
para perto de 500% do seu valor inicial em apenas
alguns dias.
Aqui esteve envolvida muita especulação também, que
ajudou ao movimento exagerado de preços após o
rompimento com força daquelas resistências iniciais.
De qualquer das formas dá para repararmos no gráfico
de volume em baixo, que houve uma subida forte do
volume durante essa subida de preços, algo que
demonstra claramente que houve uma entrada muito
forte dos
traders
neste título.
Havendo muito mais
traders
a entrar na acção, sobem o
volume de acções transaccionadas, aumentam as
compras neste caso, sobem os preços.
www.LivroDaBolsa.com
Pág.
250
Nota: Estas páginas poderão conter alguns erros de escrita devido à conversão automatizada para HTML, bem
como perda de qualidade das imagens, mas poderá ver a versão correcta e mais legível na versão PDF do livro.
Estas páginas em versão HTML não foram também preparadas para serem abertas no navegador IE.

Livro da Bolsa