Livro da Bolsa

III – Suportes e Resistências - Os Suportes e Resistências e os Traders
Índice   •   Anterior   •   240 - 241 - 242 - 243 - 244 - 245 - 246 - 247 - 248 - 249 - 250 - 251 - 252 - 253   •   Seguinte
Praticamente no mesmo tempo que os preços andaram
a lateralizar, sem ultrapassar os 1.000 de barreira, foi o
tempo que levou aos preços a atingirem um valor de
10.000 pontos em apenas alguns anos, o que dá
praticamente dez vezes mais do que o valor da anterior
barreira fortíssima dos 1.000 pontos, ou seja, uns
1.000% de aumento.
Talvez poucos
traders
fossem capazes de arriscar
comprar as acções do índice quando este andava perto
dos 1.000 pontos antes, mas poucos anos depois
muitos considerariam esse valor bastante baixo,
estando o índice poucos anos depois já nos 3.000
pontos.
Nos 10.000 pontos, escusado será dizer que qualquer
trader
adoraria entrar nessas acções a preços dez vezes
mais baixos com o índice nos 1.000 pontos e não nos
10.000.
É um exemplo muito bom para demonstrar o quanto as
expectativas dos
traders
mudam com o tempo.
Vejamos já agora o que se passou com esse mesmo
índice quando passou a barreira dos 10.000 pontos,
barreira que se revelou menos forte que a histórica
barreira dos 1.000:
www.LivroDaBolsa.com
Pág.
246
Nota: Estas páginas poderão conter alguns erros de escrita devido à conversão automatizada para HTML, bem
como perda de qualidade das imagens, mas poderá ver a versão correcta e mais legível na versão PDF do livro.
Estas páginas em versão HTML não foram também preparadas para serem abertas no navegador IE.

Livro da Bolsa