Livro da Bolsa

III – Suportes e Resistências - Os Suportes e Resistências e os Traders
Índice   •   Anterior   •   240 - 241 - 242 - 243 - 244 - 245 - 246 - 247 - 248 - 249 - 250 - 251 - 252 - 253   •   Seguinte
Vejamos o gráfico desta mesma acção, desta vez em
finais de 2002:
A
acção em questão foi bastante castigada pelos
traders
posteriormente.
Ao contrário da subida inicial de 400% que a fez ficar
com cinco vezes mais valor que o que teve ao ser
lançada em bolsa, teve agora queda de mais de 98%
em relação aos máximos que atingiu, chegando a ter
praticamente vinte vezes menos que o valor com que
foi lançada em bolsa, ou seja queda de 95% desde a
sua
OPV
inicial (Oferta Pública de Venda).
No exemplo acima é possível reparar também que a
acção em questão encontrou um suporte bastante forte
naqueles valores, sendo fácil de notar que seria muito
difícil quebrar desse valor de suporte, tendo sido o valor
mais baixo atingido na altura de 0.15€ de cotação.
Foi esse o valor mais baixo alguma vez atingido até ao
ano de 2006 pela empresa.
Diz-se nesse caso que esta acção teve o seu mínimo
histórico de 0.15€ em Setembro de 2002.
Da mesma forma pode-se dizer que esta empresa
atingiu o seu máximo histórico acima dos 9.5€, na
grande subida após ter rompido aquele período de
calmia inicial.
www.LivroDaBolsa.com
Pág.
252
NOTA:
OPV
é a sigla para “Oferta
Pública de Venda",
fenómeno em que uma
empresa coloca as suas
acções à venda ao público
em geral em Bolsa. Existe
também a
OPA
(Oferta
Pública de Aquisição), em
que um indivíduo ou
sociedade pretende
comprar parte ou a
totalidade das acções de
uma empresa cotada em
Bolsa. Existe também a
OPI
(Oferta Pública
Inicial), à semelhança da
IPO
(“
Initial Public
Offering
", em Inglês),
que é parecida com uma
OPV
mas com uma
diferença, designando
apenas a primeira
colocação em Bolsa
quando ainda não estava
cotada, ao passo que o
termo
OPV
pode ser
utilizado em várias
colocações e não apenas
a primeira.
Nota: Estas páginas poderão conter alguns erros de escrita devido à conversão automatizada para HTML, bem
como perda de qualidade das imagens, mas poderá ver a versão correcta e mais legível na versão PDF do livro.
Estas páginas em versão HTML não foram também preparadas para serem abertas no navegador IE.

Livro da Bolsa