Livro da Bolsa

IV – Linhas de Tendência - Como Desenhar Uma Linha de Tendência
Índice   •   Anterior   •   360 - 361 - 362 - 363 - 364 - 365 - 366 - 367 - 368 - 369 - 370 - 371 - 372 - 373   •   Seguinte
Logo após o próximo fundo que teve origem acima
dessa nossa linha de suporte nova e sem lhe tocar, o
trader
prevenido, deveria traçar outra linha de
tendência tendo como segundo ponto de teste esse
mesmo fundo:
Como vimos acima, mesmo deixando estar as linhas de
tendência anteriores nos gráficos, que posteriormente
nos iriam servir de suportes importantes, foi óptimo
desenhar uma linha de tendência ainda menor acima
delas, que ao juntarmos como pontos de teste o último
contacto dos preços com a nossa anterior linha de
tendência, com o primeiro fundo que nos apareceu
posteriormente, vimos logo de imediato essa nossa
nova linha confirmada por um outro contacto com ela
horas depois por parte dos preços, e ainda outro ponto
de contacto no dia nove, em que os preços ao tocarem
nessa linha, subiram de imediato, proporcionando lucros
a quem preveria esse ressalto baseado nesta nossa
nova linha de suporte, que teve perto de catorze pontos
em que os preços tocaram essa mesma linha sem a
penetrar, em mais ou menos quatro fundos de ondas,
sendo um deles bastante forte, fazendo os preços
ressaltarem com força após uma queda forte.
Mesmo assim, antes dessa reacção forte a esta nossa
terceira linha de tendência, em que os preços
ressaltaram com força por volta do dia nove, ainda
www.LivroDaBolsa.com
Pág.
369
Nota: Estas páginas poderão conter alguns erros de escrita devido à conversão automatizada para HTML, bem
como perda de qualidade das imagens, mas poderá ver a versão correcta e mais legível na versão PDF do livro.
Estas páginas em versão HTML não foram também preparadas para serem abertas no navegador IE.

Livro da Bolsa